domingo, 21 de agosto de 2011

Leituras Atravessadas no Teatrão, em Coimbra

Leituras

No próximo dia 23 de agosto, pelas 22h, a Tabacaria da OMT abre as portas para mais uma sessão do ciclo Leituras Atravessadas. Jorge Palinhos é o primeiro de uma série de dramaturgos nacionais que, durante a temporada 2011-12 vão colaborar com O Teatrão, e apresenta-nos como mote para a discussão do mundo de hoje a sua peça Antes da Meia-Noite, obra distinguida em 2007 com o Prémio Manuel Deniz Jacinto. Entrada livre.

domingo, 17 de abril de 2011

Segredos de escritores

On writing: authors reveal the secrets of their craft

How do you set about writing a novel? What inspires a poem? Pencil or computer? Pain or pleasure? Listen in to interviews with some of our most celebrated writers recorded for the British Library.William Faulkner In Hollywood 'I always felt something of an outsider' ... Ian McEwan on the writing life. Photograph by Alfred Eriss/Time & Life Pictures/Getty Images

What is it that makes a writer?

Beryl Bainbridge: When I write a novel I'm writing about my own life; I'm writing a biography almost, always. And to make it look like a novel I either have a murder or a death at the end.

Ian McEwan: Ancestors, distant relatives and the past really were not part of my sense of family as I grew up. Something of my father's exile from Scotland – self-exile really – and then exile from Great Britain, has rubbed off on me and probably affected the way I write. When I started writing, I didn't feel that I was quite part of the English literary world or its systems of class or whatever – I always felt something of an outsider in it. That's faded over the years, but I think it has made quite an impression on me, this sense of not being deeply connected to all the branches and roots of family. I could make a narrative of my writing which goes something like this: that I began as a kind of existential writer, much more interested in casting characters almost, as it were, outside of history and outside of identifiable places, and as the years have gone by I've become perhaps a more traditional writer, or at least a writer much more aware – consciously, expressively aware – of the traditions of the English novel, the treasures that are laid up for us by the great 19th-century expositors of character and psychology. And so the gap between my early short stories and a novel like Atonement, with its country house – a novel that looks partly back over its shoulder towards Jane Austen, but also back towards the hallowed traditions of Agatha Christie and crime novels, in that you set up a scene, you have a stranger arrive and everything follows from that. So there's an enormous gap from Atonement to the earliest short stories with their very dispossessed, alienated characters who are living in a city with no name, often in a time that's not fixed.

Listen to Ian McEwan

Link to this audio

sábado, 16 de abril de 2011

Conversas Imaginárias 2011

Conversas Imaginárias 2011 @Porto, de 16 a 17 de Abril, no CLP - Clube Literário do Porto.

Sábado, 16 de Abril
10:30 – Ponto de Encontro: Piano-Bar do CLP.
Sessões no Auditório:
11:30 – Novas formas de publicação em Portugal (debate com Pedro Ventura, Carla Ribeiro, Diana Sousa e Ana Cláudia Silva; moderação de Rogério Ribeiro).
12:30 – Intervalo.
14:00 – Arte Fantástica: Ilustração, Fotografia e Banda Desenhada (apresentações por Ana Cruz, André Coelho, Pedro Miranda, Manuel Alves e Diogo Carvalho; moderação de Rui Ramos).
15:30 – Marionetas do Porto (apresentação por Isabel Barros e Shirley Resende; moderação de Rui Ramos).
16:00 – O Porto Fantástico e o Fantástico no Porto: À conversa com Beatriz Pacheco Pereira (moderação de Rogério Ribeiro).
17:00 – Intervalo.
17:30 – Contos: O Fantástico em dose concentrada (debate com João Ventura, Jorge Palinhos, João Reis e José Pedro Lopes; moderado por Inês Botelho).
18:30 – Projectos multimédia (apresentações de Nocturnus (Rafael Loureiro-escritor), Yoshi (João Pedro Sousa-mangaka+Pedro Andrade-músico), Noidz (Andreia Lopes-vocalista e José Baetas-ilustrador) e UnderSiege; moderação de Rogério Ribeiro).
20:30 – Encontro em restaurante a anunciar. Jantar com a participação especial da contadora de histórias Clara Haddad.
Domingo, 17 de Abril
Sessões no Auditório:
11:30 – Literatura Fantástica Portuguesa (debate com João Barreiros, Ana Cristina Alves, Luís Filipe Silva e João Seixas; moderação de Madalena Santos).
13:00 – Intervalo.
14:30 – Utopias e Distopias (debate com Fátima Vieira, Luís Filipe Silva e João Seixas; moderação de Inês Botelho).
15:30 – Cinema Fantástico (debate com Paulo Leite, Artur Serra Araújo e Nuno Reis; moderação de Rogério Ribeiro).
17:00 – Intervalo.
17:30 – Gravação ao vivo do podcast Jogador-Sonhador (por Ricardo Tavares).

Organização: Rogério Ribeiro, Rui Baptista, Inês Botelho, Rui Ramos e Madalena Santos. Colaboração na org.: Isabel Damião (CLP).
Conversas Imaginárias 2011 @Porto
http://conversas-imaginarias.blogspot.com/

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Eu, Bang!

capa_exterior_interior_Revista_Bang9.ai

Deve estar disponível este fim-de-semana, gratuitamente, em todas as FNACs, a revista BANG 9. Inclui o meu conto “Os Crisântemos Africanos”.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Workshop de Escrita de Diálogos em Lisboa

É nas conversas que o mundo se constrói e destrói, seja nos murmúrios dos amantes, seja nas conversações diplomáticas que decidem a história. As conversas, os diálogos, os silêncios entre duas ou mais personagens são o alicerce do teatro, do cinema e metade ou mais da ficção que se escreve.
Mas, se as conversas são o alicerce do nosso dia a dia, é também algo que fazemos inconscientemente, muitas vezes sem saber como o fazemos, para quê e com que efeitos.
Neste curso breve sobre a arte de escrever diálogos vamos tentar descobrir o mais omnipresente e desconhecido dos gestos humanos, a fim de descobrir os silêncios que se escondem nas palavras.

8 de Janeiro de 2011
Sábado
Das 11h às 18h
Na Escreverescrever

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Reposição de Vítima da Crise no Teatro Latino



Como a própria crise, este espectáculo dura, e dura e dura...

De 10 a 13 de Novembro, pelas 22h, na Sala Estúdio Latino.
Descontos para grupos de 7 pessoas ou mais.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

O Terramoto no Chile, no Contagiarte



É esta quinta-feira, pelas 22h30, no Contagiarte, que arrisco uma leitura encenada de um dos mais fascinantes, ferozes e inclassificáveis contos da literatura ocidental.